© 2017 Infomotard - Braga PT

  • facebook
  • Twitter - White Circle
       ROTEIROS - PORTUGAL

DOURO / TÂMEGA - PORTO & PINHÃO & RÉGUA & AMARANTE (Roteiro: cerca de 250km/ 2 a 3 dias)

Roteiro: Porto » Entre-os-Rios » Penha Longa » Porto Antigo » Oliveira do Douro » Resende » Pinhão » Régua » Mesão Frio » Amarante.

Este roteiro inicia-se no Porto, capital do norte (que terá em roteiro próprio), terminando na cidade de Amarante, banhada pelo Rio Tâmega. O roteiro desenvolve-se junto ao Rio Douro e mais tarde pela serra, aproveita para veres as belas paisagens, bem como gozares a estrada que é fantástica para viajar de moto.

O passeio inicia-se então na cidade do Porto, terás de tomar a direcção de Entre-os-Rios (via EN108), a viagem será feita junto às margens do Douro e subindo um pouco o Tâmega até chegares à ponte para Entre-os-Rios, aproveita as vistas e estrada fantástica para este tipo de passeios.

Seguindo a viagem em direcção à Penha Longa e daí para a Pala (onde irás mudar da EN108 para EN211), segues em direcção a Porto Antigo, pertencente ao concelho de Cinfães. Aqui já parte sul do Rio Douro podes parar para tomar um café no cais, aproveita para relaxar um pouco e retemperar forças, antes de seguires viagem (via EN222) até Oliveira do Douro.

Em Oliveira do Douro podes visitar alguns monumentos, entre eles a Igreja Matriz com vista sobre o rio, o Santuário do Monte da Virgem com vista do miradouro para a cidade do Porto, o Mosteiro e a Quinta dos Frades, entre outros.

Continuando viagem, segues em direcção à Capital da Cereja (Resende) porta de entrada do Douro vinhateiro. Este conselho, um dos maiores produtores nacionais de cereja, tem como ponto alto o Festival da Cereja realizado em Maio, podes ainda visitar os diversos monumentos megalíticos, solares, pontes e igrejas, com destaque para as termas de Caldas de Aregos e os seus balneários termais.

Aproveita para almoçar e degustar a comida típica da região. São conhecidos os fumeiros (presunto, chouriço e salpicão), o anho ou cabrito assado no forno e o bazulaque, tudo isto acompanhado por um bom vinho da região. Para a sobremesa podes optar por umas cavacas, falachas, rosquilhos ou torradas, que compõem a doçaria regional.

Barriga cheia, companhia desfeita :). Hora de seguires viagem, continuas pela margem do Douro (EN222)  com a bela paisagem como pano de fundo até chegares ao Pinhão, freguesia do município de Alijó. Situada no coração da Região Demarcada do Douro, entre o Rio Douro e Rio Pinhão, esta aldeia foi um importante entreposto comercial no transporte do Vinho do Porto.

Relaxa um pouco numa das suas esplanadas junto ao Douro, de seguida podes visitar a Estação dos Caminhos-de-ferro, a Ponte Rodoviária (projectada por Gustave Eiffel), a Ponte Metálica Ferroviária, a Igreja Matriz, o Cruzeiro, Barco Rabelo, as suas quintas e solares. Podes também apreciar as belas paisagens nos diversos miradouros, visitar as casas produtoras de vinhos ou dar um passeio de barco pelo Rio Douro.

Se pretenderes pernoitar no Pinhão, tens à disposição vários hotéis, hotéis rurais, pensões, casas e quintas. Como não poderia deixar de ser, a oferta de restaurantes é diversificada, com pratos tradicionais e sempre acompanhados de um bom vinho da região.

Descanso feito, hora de seguir viagem. Terás que fazer um pequeno retrocesso no percurso até ao Peso da Régua. Conhecida como a Capital da Região do Douro, encaixada junto ao Rio Douro e com uma paisagem deslumbrante, a Régua é um local que merece ser visitado.

Centro da região, era um entreposto comercial de onde partiam e chegavam os barcos rabelo, transportando as cargas de vinho até Vila Nova de Gaia, onde se situavam as caves para envelhecimento do vinho. A primeira região demarcada do mundo, foi criada em 1756 através da Companhia Geral das Vinhas do Alto Douro, a mando do Marquês de Pombal.

Junto ao rio podes contemplar a paisagem, numa das várias esplanadas à disposição. De seguida poderás visitar diversos pontos de interesse entre os quais se destacam, o Museu do Douro, a Casa do Douro, os Armazéns de vinhos (com provas de vinhos), o Museu dos Bombeiros Voluntários, a Igreja Matriz, a Capela do Cruzeiro e a Estação Ferroviária. Para uma vista panorâmica podes subir até aos miradouros de Santo António ou de São Leonardo de Galafura.

A gastronomia é variada, encontras entre os diversos pratos a sopa de cebola ou sopa de troncha com feijão vermelho. A sardinha com broa e batata cozida, o arroz de feijão com pataniscas, o arroz de forno com cabrito assado e batatas, a feijoada à transmontana e o rancho com grão-de-bico, sempre ao sabor de um bom vinho do Douro. Para sobremesa tens os diversos doces tradicionais: falachas, rabelos, ferreirinhas ou régulas, acompanhados com um cálice de porto.

Após as visitas e boa comida, hora de seguires viagem. Sais da régua (via EN108), durante esse trajecto terás oportunidade de ter um vista sobre o Douro e a cidade da Régua, continuando a subir num percurso com muitas curvas e algo estreito, terás de tomar a direcção de Mesão Frio (via EN101), seguindo daí para Amarante.

O percurso é feito pelo meio da serra, com paisagens muito verdes e bastante diferentes da região do Douro, após subires até Mesão Frio começa a descida em direcção a Amarante, cidade banhada pelo Rio Tâmega e destino final deste roteiro.

Em Amarante podes realizar um passeio pelo centro da cidade, visitando o Convento e as Igrejas de S. Gonçalo, S. Pedro e S. Domingos, o Museu de Arte Sacra, diversos exemplos do barroco e românico, assim como o Museu Amadeo de Souza-Cardoso e a Biblioteca Albano Sardoeira. As festas da cidade decorrem em Junho em honra do S. Gonçalo, podes ainda dar uma volta de “gaivota” no rio, visitar a Serra do Marão ou da Aboboreira.

Em termos de gastronomia tens a vitela maronesa, o cabrito e bacalhau, agora ao sabor de um vinho verde da região. Para acabar, uma sobremesa típica entre as várias ofertas de doces conventuais, compostos por: papos d´anjo, foguetes, lérias ou brisas do Tâmega.

Finalizamos este percurso com um café junto ao rio. Aproveita o passeio, relaxa e diverte-te!

Boa viagem!

Infomotard - 2019

TRÁS-OS-MONTES - BRAGANÇA & MONTESINHO (Roteiro: cerca de 160km/ 1 a 2 dias)

Roteiro: Bragança » Vinhais » Tuizelo » Moimenta » Meixedo » Montesinho » Rio de Onor » Deilão » São Julião de Palácios » Bragança.

O roteiro inicia-se em Bragança, a cidade situada mais a norte de Portugal. Apelidada inicialmente de “Brigância” e dividida em duas Terras: as Frias (planaltos, serras e vales) e as Quentes (micro clima mediterrânico).

Em Bragança podes visitar os diferentes palacetes existentes, a Casa do Arco, o Castelo Medieval de Bragança, o Domus Municipalis, Museu do Traje Militar, as várias igrejas, o Pelourinho e a Torre de Menagem, entre outros. Em termos de gastronomia a cidade dispõe de uma oferta diversificada de restaurantes, petisqueiras e casas de pasto, não faltando os pratos tradicionais transmontanos, as sobremesas e o famoso “chupito” de licor ou aguardente para ajudar à digestão…

O roteiro estende-se pelo do Parque Natural de Montesinho, ao longo do percurso poderás apreciar a paisagem magnífica de um dos maiores parques naturais do país, visitar diversos pontos de interesse e aldeias que fazem parte deste passeio.

Iniciando a viagem dirige-te a Vinhais, Capital do Fumeiro e que deve o seu nome à produção de vinhas, sendo actualmente o maior produtor de Castanha. Aí poderás visitar a Muralha Medieval do Castelo de Vinhais, a Fonte do Cano, o Pelourinho, o Solar da Corujeira e o Parque Biológico de Vinhais (com diversas atividades e eventos, bem como alojamentos).

Seguindo caminho para Tuizelo, aldeia onde podes apreciar as paisagens envolventes e visitar as diversas igrejas e capelas, os moinhos de água e a Casa dos Fidalgos. Aproveita para uma pausa e saborear o fumeiro da região. Continuando o roteiro segues para Moimenta, onde poderás passear pelo Caminho Medieval, visitar a Igreja Matriz, a Ponte das Vinhas e o Museu do contrabando, continuando o caminho até Meixedo mais uma paragem, visita a Igreja de Santo André e o Santuário de Santa Ana.

Agora uma tirada mais longa através do Parque Natural de Montesinho, segues em direcção a Rio de Onor, esta aldeia comunitária é uma das mais bem preservadas do parque, com as típicas casas serranas em xisto, varandas alpendradas, a aldeia é atravessada pelo rio Onor, também conhecido como rio Contensa, a sua praia fluvial convida a momentos de descanso, junto às águas límpidas do rio!

Em rio de Onor, visita a Ponte Romana, a Igreja Matriz, o forno, a forja e os moinhos comunitários. O artesanato típico da aldeia engloba peças de cestaria e carpintaria e na gastronomia destacam-se os saborosos enchidos, tens à disposição unidades de alojamento rural e parque de campismo.

Após um descanso hora de continuar o roteiro, desta feita em direcção a Deilão e São Julião de Palácios, onde podes apreciar a paisagem ao longo do caminho e relaxar. Podes visitar a Igreja Matriz, a Capela das Caravelas, os diversos museus, fontes e moinhos.

Chegamos à parte final deste roteiro, seguindo caminho para Bragança poderás relembrar o passeio, as paisagens e monumentos visitados, sentado à mesa com umas boas entradas do fumeiro, seguidas de uma refeição tradicional e sobremesa, ao que não pode faltar o “chupito”, só para ajudar a descontrair.

Boa Viagem!

Infomotard - 2018

ALTO TÂMEGA - CHAVES & PITÕES DAS JÚNIAS (Roteiro: cerca de 180km/ 1 a 2 dias)

Roteiro: Chaves » Vidago » Boticas » Contim » Chã » Pitões das Júnias » Montalegre » Vilar de Perdizes » Meixide » Chaves.

Este roteiro tem início em Chaves, outrora apelidada de “Aquae Flaviae” estando localizada junto ao Rio Tâmega. A cidade possui diversos monumentos que podes visitar, incluindo o Castelo aproveitando para dar um passeio pelas suas Muralhas, o Museu Militar, o Centro Histórico, a Igreja Matriz, os Fortes de São Neutel e de São Francisco. Podes ainda percorrer a Ponte Romana sobre o Tâmega, e fazer uma visita ao parque termal situado numa das extremidades do Jardim do Tabulado.

Em relação à gastronomia podes degustar os pratos da região, o famoso presunto de Chaves, salpicão, linguiça, posta à barrosã, cabrito assado e a doçaria tradicional composta pelos pastéis de Chaves e o folar de carne.

Saindo da cidade segues em direcção a Vidago, ao longo deste roteiro irás encontrar serras e paisagens magníficas! Poderás visitar as fontes e parque termal, as Capelas de S. Simão e do Cabo, o Solar dos Machados, os edifícios do Hotel Vidago e do Palace Vidago Hotel.

Continuando o caminho, dirige-te para Boticas onde poderás visitar os moinhos de água, o repositório dos “Vinhos Mortos”, o parque de lazer ou dar um mergulho nas piscinas municipais, para de seguida petiscar num dos locais da “Rede de Tabernas” e aproveitar para relaxar um pouco.

Petisco feito, hora de seguires caminho em direcção a Pitões das Júnias (passando por Contim e Chã), aproveita para apreciar a paisagem e a estrada num ritmo de passeio puro, pelo caminho irás passar junto á Albufeira do Alto Rabagão, deixa os pensamentos dispersarem-se na beleza envolvente ao longo do percurso.

Pitões das Júnias, freguesia localizada em pleno parque da Peneda-Gerês situada a mais de 1000m de altitude. Com os seus traços medievais, está encaixada num panorama belíssimo de montes e vales, aproveita para visitar um dos pontos mais belos que podes encontrar, o Mosteiro de Santa Maria da Júnias que data de 1147, situado junto a um pequeno riacho e um moinho (terás de realizar uma pequena caminhada), podes ainda visitar a cascata de Pitões das Júnias, com um vista encantadora sobre a natureza que a rodeia.

Retomando a estrada dirige-te a Montalegre, onde poderás retemperar forças na esplanada junto ao rio, de seguida efectua uma visita ao Castelo de Montalegre de onde tens uma excelente vista panorâmica da região, visitar o Museu do Barroso e o Pelourinho, ou mais adiante a Serra do Larouco são outros pontos de interesse. Como não podia deixar de ser, os inúmeros restaurantes propõem excelentes iguarias e pratos tradicionais da região.

Forças retemperadas, dirige-te a Vilar de Perdizes, famosa por acolher os congressos de medicina popular e pela festa do Hallowen. Aí podes encontrar receitas medicinais para um sem fim de maleitas do corpo e da alma.

Após as compras dos licores, ervas e demais ajudas ao bem-estar está na hora do regresso, segues caminho em direcção a chaves via Meixide. Em Chaves aproveita para relaxar nas termas ou numa esplanada a beira-rio, finalizando com um jantar tradicional e bem recheado! Relaxa e aproveita!

Boa Viagem!

Infomotard - 2017

TRÁS-OS-MONTES/ MINHO - VILA REAL & ALVÃO (Roteiro: cerca de 170km/ 1 a 2 dias)

Roteiro: Vila Real » Lordelo » Lamas de Olo » Pioledo » Fisgas de Ermelo » Cerva » Ribeira de Pena » Cavez » Arco de Baúlhe » Mondim de Basto » Monte da Senhora da Graça » Vila Real.

Este roteiro tem o seu início na cidade de Vila Real, outrora conhecida como a “Corte de Trás-os-Montes” pelo elevado número de casas brasonadas. A cidade possui diversos monumentos, jardins, igrejas e museus que devem ser visitados, possui um kartódromo e recebe também uma prova do campeonato mundial de WTCC.

Saindo da cidade, segues em direcção a Lamas de Olo (passando por Lordelo) situada no Parque Natural do Alvão, pelo caminho tens paisagens soberbas por entre as serras. Aldeia tradicional de Lamas de Olo possui casas com os tradicionais telhados de colmo, ali perto tens duas albufeiras (Cimeira e Albufeira do Alvão) de onde podes avistar os cumes do Marão e do Alvão, na albufeira da Cimeira tens um miradouro e um parque de merendas.

Forças retemperadas, continua o caminho através do Parque e da sua beleza única passando pela aldeia do Pioledo em direcção às Fisgas do Ermelo, situadas no desvio da estrada junto à casa florestal do Fojo, onde poderás observar as duas maiores quedas de água do rio Olo e as escarpas que as envolvem, uma vista a não perder!

Com estas belas paisagens na memória, segues em direcção a Ribeira de Pena (passando por Cerva) onde poderás realizar vários percursos pela natureza, visitar o parque natural ou o park de aventuras, além de alguns monumentos. Seguindo caminho em direcção ao Arco de Baúlhe passando por Cavez, podes fazer uma paragem na esplanada da praia fluvial do Arco para um pequeno descanso ou mergulho se o tempo o permitir.

 

Saindo do Arco, segues para Mondim de Basto, aqui podes visitar a vila e descer ao Rio Tâmega se atravessares a ponte centenária estás no Minho à direita podes descer até ao rio, ainda podes visitar a praia fluvial do Rio Cabril e a sua ponte medieval junto ao Parque de Campismo com o mesmo nome, de Mondim de Basto podes dar um”salto” até ao Monte da Sr.ª da Graça também conhecido como o Monte Farinha, a cerca de 900m de altitude.

 

Finalizando esta viagem, segues a direcção de Vilar de Ferreiros e daí para Vila Real, voltando a passar pelos encantadores montes e vales de granito e xisto que compõem a região, aproveita e relaxa neste final de passeio!

 

Boa Viagem!

Infomotard - 2017

MINHO - VIEIRA DO MINHO & GERÊS (Roteiro: cerca de 120km/ 1 a 2 dias)

Roteiro: Vieira do Minho » Salamonde » Fundevila » Fafião » Ermida » Pereiró » Vila do Gerês » Vilarinho das Furnas (desvio) » São Bento da Porta Aberta » Rio Caldo » Caniçada » Soengas » Cerdeirinhas » Vieira do Minho.

Este roteiro tem como referência a zona belíssima do Gerês e do seu parque natural, iniciando-se e terminando em Vieira do Minho, junto à Serra da Cabreira. Em Vieira do Minho poderás escolher entre as diversas casas rurais para pernoitar, após uma volta pelas suas paisagens naturais e lagos azuis, que envolvem esta vila.

Iniciando o roteiro em direcção a Salamonde na margem esquerda do Rio Cávado, que fica sobre a antiga via militar romana, segues em direcção a Fundevila e daí para Fafião atravessando o Rio Cávado e entrando no Parque Nacional da Peneda-Gerês, onde poderás visitar o Fojo do Lobo (antigas armadilhas para caça do lobo ibérico).

Seguindo caminho até chegares à Ermida em pleno parque natural e próxima das cascatas do Thaiti e do Arado, paragem obrigatória para apreciar e relaxar. Continuando a viagem pelas paisagens deslumbrantes do Parque em direcção a Pereiró e daí para a Vila do Gerês, ao longo do caminho irás encontrar miradouros com vista sobre a paisagem magnífica do Parque.

Chegado à Vila do Gerês, poderás dar uma volta pelo parque da vila e analisar as diversas ofertas de SPA, desportos de aventura, piscinas e parque de merendas. Após um repouso poderás dar um “saltinho” a Vilarinho das Furnas e à barragem, onde a aldeia submersa com o mesmo nome se pode ver quando a barragem está vazia.

Regressando ao percurso, da Vila do Gerês segues para São Bento da Porta Aberta, junto ao rio com uma paisagem deslumbrante, antes de chegares passas junto à marina e da sua esplanada com vista para o Rio Caldo, em São Bento poderás visitar o santuário (o segundo maior de Portugal) e o parque de S. Bento com cerca de 2,39 hectares cheio de espaços verdes, caminhos, parque de merendas e um lago.

Retomando a estrada segues viagem em direcção a Rio Caldo, onde irás encontrar as águas da Albufeira da Caniçada, que deve o nome à Caniçada, aldeia seguinte com o seu pelourinho e casa do Paço, para te dirigires daí para Soengas aldeia que possui a Casa do Barbosas e a Casa e Capela de Calvelos.

De Soengas segues em direcção às Cerdeirinhas, subindo poderás observar a paisagem sobre o rio, continuando o caminho até ao final deste percurso em Vieira do Minho.

Relaxa e Boa Viagem!

Infomotard - 2017

MINHO - BRAGA (Roteiro: cerca de 150Km/ 1 a 2 dias)

Roteiro: » Braga » Briteiros » Caldas das Taipas » Guimarães » Vizela » Santo Tirso » São Miguel de Ceide » Mire de Tibães » Braga.

Este roteiro começa na capital do Minho, Braga ou “Bracara Augusta” cidade com tradições seculares e onde poderás visitar diversos pontos de interesse (Bom Jesus de Braga; Santuário do Sameiro; Sé Catedral de Braga; Palácio dos Biscainhos; Parque da Ponte; Arco da Porta Nova; Museu Nogueira da Silva; Museu de Arqueologia).

De Braga poderás seguir para Guimarães, berço de Portugal visitando a Citânia de Briteiros localizada em Briteiros, passando de seguida pelas Taipas até chegares a Guimarães onde poderás visitar o seu centro histórico bem como o Monte da Penha.

A seguir, rumo a Vizela para uma pequena paragem e visita ao Parque das Termas, um pouco mais além em Santo Tirso aproveita e visita os diversos mosteiros existentes, seguindo viagem em direcção a São Miguel de Seide onde se localiza a Casa de Camilo.

Na última fase deste roteiro segue viagem de Famalicão para Braga, via Mire de Tibães onde podes visitar o Mosteiro de Tibães, por fim chegado a Braga aproveita o fim de tarde na esplanada do Bom Jesus com vistas sobre a cidade.

 

Boa Viagem!

Infomotard - 2017

MINHO - VIANA DO CASTELO (Roteiro: cerca de 150km/ 1 a 2 dias)

Roteiro: » Viana do Castelo » Vila Praia de Âncora » Moledo » Caminha » Vilar de Mouros » Arga de Cima » Orbacem » Perre » Viana do Castelo.

Começando em Viana do Castelo, cidade que também já foi conhecida como Viana da Foz do Lima, devendo o seu nome à “estória” de uma rapariga chamada Ana. Em Viana poderás dar um passeio pela marginal junto à Foz do Lima e visitar o navio-hospital Gil Eanes, aproveita para visitar o Monte de Santa Luzia de onde terás uma vista panorâmica sobre a cidade e a região.

Saindo da cidade pela costa em direcção às praias, rumo a Vila Praia de Âncora terás ao longo do caminho diversas praias e esplanadas à beira mar para tomar um café, seguindo viagem passarás por Moledo até chegar a Caminha, aí podes realizar uma visita pela vila e visitar os Paços do Concelho, a Torre do Relógio e a Igreja Matriz, se pretenderes dar um saltinho a Espanha tens o ferry-boat para a travessia do Rio Minho.

Continuando caminho, segue em direcção a Vilar de Mouros aldeia famosa pelo seu festival, continuando pelo roteiro irás passar por diversas aldeias rodeadas de uma paisagem verde e capaz de repor energias para este “curto passeio”, continuando o caminho até regressares a Viana.

Boa Viagem!

Infomotard - 2017

MINHO - PONTE DE LIMA (Roteiro: cerca de 180Km / 1 a 2 dias)

Roteiro: » Ponte de Lima » Arcos de Valdevez » Giela » Grade » Boimo » Soajo » Rouças » São Bento do Cando » Peneda » Lindoso » Britelo » Ponte da Barca » Ponte de Lima.

Este percurso inicia-se e termina em Ponte de Lima, banhada pelo Rio Lima esta uma vila conhecida pela festa das Feiras Novas (a decorrer em Setembro), queijo, lampreia e fumeiro, entre outros (jardins, monumentos e pontes) e as feiras quinzenais junto ao rio ao sábado de manhã. Aproveita a boa gastronomia e enoturismo, sempre importante para se iniciar ou terminar um bom passeio.

Seguindo caminho em direcção aos Arcos de Valdevez, onde se destacam alguns monumentos, a praia fluvial que convida a um mergulho quando as temperaturas apertam, existindo também diversos espaços de lazer para apreciar a paisagem.

Continuando o passeio em direcção ao Soajo que faz parte das Aldeias de Portugal, passando pela sua serra e aldeias para seguir para o Parque Nacional da Peneda-Gerês com as suas lindas paisagens e recantos convidativos ao descanso e descontracção.

Retomando a estrada em direcção a Lindoso que está inserida no Parque Nacional da Peneda e onde poderás apreciar a sua linda albufeira, além do castelo e de uma visita à aldeia, e daí para Ponte da Barca, terra de outro viajante Fernão de Magalhães famoso navegador português, poderás apreciar os diversos monumentos, casas senhoriais, castelo e a ponte romana, bem como não poderia deixar de ser a gastronomia e doçaria da região.

Para o final de viagem um regresso a Ponte de Lima, para um café na praça central com vista para o Rio Lima.

Boa viagem!

Infomotard - 2017

Brevemente mais novidades...

...

Please reload

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now