MANUTENÇÃO

A manutenção da moto é uma questão essencial, seja por questões de segurança, longevidade da própria moto, assim como por questões de obter o melhor rendimento possível da mesma. Antes de ires para a estrada despende algum tempo a realizar algumas verificações básicas, seja porque em alguns casos as motos passam algum período de tempo na garagem, ou por que os rolar leva a que seja necessário realizar alguns “check-ups” básicos de rotina.

Alguns dos pontos podem parecer irrelevantes, no entanto são essenciais, enquanto motociclista deves conhecer a tua moto (para evitar alguns dissabores), quanto mais cuidado tiveres com a tua “menina” mais esta irá corresponder ao que pretendes…

As dicas abaixo não pretendem ser exaustivas, apenas serem um guia de pontos essencias de cuidados e verificações a realizar, as quais podem resultar numa grande diferença, permitindo menos dores de cabeça e mais tempo para rolar!

 

» Embraiagem e travões

Verifica que a manete da embraiagem tenha a folga correcta, assim como o nível do óleo nos casos hidráulicos na uso.

O nível do óleo dos travões deve estar correcto (sem óleo… nem os santos ajudam), este devem ser substituído entre cada 1 a 2 anos, geralmente para cada um dos travões existem reservatórios onde podes verificar os níveis (um no guiador e outro atrás), em relação às pastilhas de travões verifica o desgaste e se não estão “vidradas”, o uso de tubos de aço trançado levam a uma melhoria significativa da capacidade de travagem.

» Pneus

Verifica sempre se os mesmos estão dentro das “marcas” legais e de segurança, com o tempo e o frio podem aparecer fendas nos pneus (mesmo que não uses a moto), verifica de vez em quando se não existem “altos” ou cortes. Verifica com regularidade a pressão dos pneus, afinal são este que suportam a moto e a mantêm em contacto com a estrada!

» Suspensão

Verifica que as forquilhas estejam limpas, e não existam sinais de perda de óleo junto dos vedantes, a perda de óleo coloca em causa ao desempenho da suspensão. No caso das suspensões ajustáveis, tem em atenção a carga de deves ter consoante os tipos de piso, bagagem, pendura, etc.

» Óleo

Deves verificar frequentemente o nível do óleo do motor, um nível baixo pode levar a consequências verdadeiramente desagradáveis! Para uma correcta verificação do óleo deves: colocar a moto a trabalhar cerca de 4 a 5 minutos, depois deixar repousar pelo mesmo período. Após isso deves nivelar a moto ou colocar no descanso central, o óleo deve estar entre o máximo e o mínimo (algumas motos tem um óculo no motor, outras possuem vareta), o óleo nunca deve estar abaixo do mínimo ou acima do máximo, sob pena de causar danos no motor.

O óleo deve ser mudando de acordo como o plano de revisões de cada moto (na maioria dos casos a cada 6000km), os cuidados com os níveis e mudanças levam a que haja uma maior longevidade e fiabilidade do motor.

» Líquido de arrefecimento

Verifica com frequência os seus níveis, devendo estar entre o máximo e o mínimo! Este é importante seja com tempo frio ou com o calor.

» Transmissões por Corrente

Nos casos de transmissão por corrente verifica com regularidade a tensão da mesma! Cada modelo possui um manual com a indicação da folga a ter, verifica também o desgaste da cremalheira e do pinhão de ataque. A corrente não deve estar com uma folga demasiado grande ou demasiado tensa, o que pode levar a um maior desgaste, por regra deve ter entre 1,5 a 2 cm de folga em cada um dos sentidos.

Lubrifica a corrente com frequência, de preferência quando está quente o que facilita a absorção do lubrificante ao mesmo tempo que rodas a corrente, esta deve ser lubrificada entre cada 500 a 1000km, deves ter especial atenção nos casos de chuva, lama ou pó que levam a que a lubrificação seja necessária mais frequentemente.

» Luzes e buzina

Antes da viagem realiza um “check” rápido às luzes da moto e do painel, verifica que esteja tudo a funcionar correctamente, incluindo piscas e travões. Verifica que a buzina funciona.

» Bateria
Quando a moto está parada durante algum tempo, deves ter o cuidado de verificar os níveis de carga (existem carregadores com verificação de carga), deves ter ainda em atenção a verificação de cabos e terminais em termos de sujidade e oxidação que devem ser limpos e lubrificados de tempos a tempos, de forma a evitar dores de cabeça.

 

Boas viagens com segurança!

Infomotard

LIMPEZA

A lavagem da moto é importante para manter um bom estado de conservação, esta requer alguma atenção e cuidados da tua parte, devendo ser efectuada com alguma regularidade e para que a sujidade seja retirada de alguns componentes essenciais para que esta funcione de uma forma correcta!

Podes sempre ir à oficina… o que te priva de passar algum tempo a dar “mimos” à tua máquina :)

Em primeiro lugar deves evitar as lavagens automáticas, estas podem danificar alguns componentes das motos, não sendo as mais adequadas às nossas máquinas.

Alguns materiais essenciais para a limpeza

  • Sabão ou detergente líquido (podes recorrer a produtos de limpeza específicos)

  • Esponja ou pano para a lavagem

  • Pano de camurça para secar

  • Recipiente para a água (balde, bacia, etc)

  • Removedor de insectos e de alcatrão

  • Desengordurante adequado à limpeza das peças e motor

  • Lubrificante WD40

  • Escova de dentes e/ou escova de rodas

  • Lubrificante de corrente

  • Spray de conectores

 

Limpeza

1. Utilizar um balde com água e detergente líquido ou sabão com água quente, uma esponja ou pano adequado (cuidado para que não tenham areias ou sujidade que podem danificar a pintura).

2. Dada a “mortandade” de insectos que qualquer moto deve ter, bem como manchas de alcatrão e outras, a melhor forma de nos livrarmos destas é utilizar removedores de insectos e alcatrão, assim como o uso de lubrificante WD40. O uso dos materiais adequados dá outra vida à moto!

3. A lavagem das diferentes peças é importante ser realizada de forma especifica, como por exemplo as suspensões, tubo de escape, faróis, componentes eléctricos, etc. Deves utilizar desengordurantes e lubrificantes adequados, assim como podes recorrer a algumas “ajudas” tais como escovas de dentes, escovas de rodas, panos de micro-fibra. etc. Atenção com os produtos solventes para não estragares os cromados ou a pintura da tua menina!

4. Para poderes limpar em condições os travões da moto podes usar uma escova de braço longo, esta permite a limpeza da sujidade acumulada, com a ajuda de um desinfectante para as rodas, aplica o produto e aguarda algum tempo antes de limpar. O mesmo é válido para as partes mais difíceis de alcançar e os locais que por tendência acumulam mais sujidade.

5. As carenagens devem ser limpas de forma cuidada, com os produtos correctos e panos adequados (como mirco-fibra) devolvem o brilho à moto, para tal a moto deve estar molhada de antemão, e ser bem limpa com a água com líquido ou sabão de forma a que seja removida toda a sujidade, no final é só passar com água limpa (pode ser com um jacto de água leve).

6. A secagem da moto começa por ficares a “admirar” a menina durante algum tempo, quando estiver quase seca utiliza um pano de camurça para proceder à limpeza final com este processo evitas riscos e manchas na pintura.

Por fim verifica que esteja tudo ok, procede a uma rápida lubrificação dos principais conectores eléctricos, nos casos de transmissão por corrente verifica a lubrificação, e atenção verifica que os travões estejam secos para evitar dissabores.

Agora sim, pronto para o desfile!

Infomotard

Please reload

© 2017 Infomotard - Braga PT

  • facebook
  • Twitter - White Circle
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now